O Meu Melhor Amigo

Eras o meu melhor amigo. Conhece-me de trás para a frente, sabe os meus segredos, os meus medos, os meus sonhos, as minhas esperanças. Por isso, quando disse que me amavas pela primeira vez não acreditei.
Sim, eu também te amava, amava-te da mesma maneira que alguém ama um irmão. Amava-te como se amam as crianças, daquela maneira pura, inocente e sem preço que só os que ainda não foram massacrados pela vida sabem amar. Não conseguia imaginar amar-te de qualquer outra forma, porque não conhecia nenhuma outra forma que não aquele amor do tamanho do universo que existia entre nós.
Além disso, não queria te amar. Não queria te amar porque tinha medo de te perder. O amor acaba. As pessoas entregam-se por completo àqueles que amam, sem pedir nada em troca, lutam, sofrem, criam expectativas, sonhos, planos. E tudo isto acaba. Por vezes zangam-se, ou esquecem-se uma da outra, outras vezes apaixonam-se por outra pessoa ou habituam-se tanto àqueles que amam que acabam por ficar fartos. E eu não queria ficar farta de vc. Se havia algo que a vida me tinha ensinado era que só a amizade é eterna. Por isso não queria te amar, da maneira má, para que nunca destruíssemos a nossa amizade desnecessariamente.
E infelizmente dei conta que também estava apaixonada de repente, assim, sem fazer nada por isso. Então, resolvi arriscar. Quem sabe? Porque não pode o meu melhor amigo ser também o meu namorado? Tive medo, pois sabia que havia muito em jogo. Mas decidi tentar.
Gostei de vc do primeiro até ao último momento, duma maneira tão intensa e forte que, quando acabou, pensei que não iria resistir. Amei vc em cada beijo, em cada gesto, em cada olhar, em cada abraço, em cada toque.
Amava vc porque vc sempre me fez bem e demonstrava querer o meu bem pra sempre, porque eras divertido, porque tinhas preferido ficar comigo do que com aquelas piriquetes que passam a vida atrás de vc, te amava porque vc se preocupava, porque estavas sempre disposto pra td q eu quisesse, porque me acalmaste quando eu tive medo de arrancar um dente e porque procuraste em todos os locais do mundo uma resposta para me acalmar Mas principalmente, te amava não só por eras o meu namorado, mas porque já te amava há tanto tempo como o meu melhor amigo.
Qualquer um pode achar q estou a exagerar, que estou a dar mto valor a algo que não passou de uma paixonita de adolescentes. Mas não foi. Para mim foi mais que uma simples paixonita. Quando eu gosto de alguém entrego-me e mais ainda quando esse alguém demonstra o mesmo por mim, e vc não foi exceção.
E depois, tão inesperadamente como começou, o nosso amor acabou.
Foi terrível. É sempre assim, quando o amor morre, o coração fica muito tempo de luto. Até quando esse luto irá durar?!? Só Deus saberá a resposta...Mas Fé eh algo que não me falta!

amor amigo

quinta 11 dezembro 2008 16:23



3 comentário(s)

  • Maryy Dom 09 Jun 2013 18:29
    Amei imenso o teu texto, tu passaste pelo mesmo que eu e ficámos na mesma situação, amei, não tenho mais palavras para descrever o quanto gostei :3
  • welinton debiase Qua 27 Jun 2012 03:34
    muito grande
  • ana mailto Sex 02 Mar 2012 17:17
    lindoooo


Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.227.171.163) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para textosparaperfil

Precisa estar conectado para adicionar textosparaperfil para os seus amigos

 
Criar um blog